Expresso Mulher

Tudo sobre o mundo feminino você encontra aqui!

Reclamar? Eu não reclamo de nada

Foto de marcinha

Reclamar é o seu sobrenome? Você é daquelas mulheres que nunca estão contentes com o que possui e que sempre acha que a grama do vizinho é mais verde do que a sua?

 Dizem que a mulher sempre encontra algo para reclamar, sem falar que na maioria das vezes, nunca está satisfeita consigo mesma.

Se tem o cabelo liso, queria ter cabelo enrolado ou crespo e vice e versa.  Se não gosta da cor do cabelo, muda a tonalidade. Quando vai comprar um sapato e não encontra o seu número, começa a reclamar do tamanho do pé ou da loja e quando vai comprar roupa, então... não muda nada, reclama que deveria estar mais magra ou que a confeccção é pequena e daí te pergunto: o que você está fazendo para emagrecer?

Qual a mulher que nunca abriu o guarda roupa procurando uma peça para um compromisso e no meio de tantas opções não encontrou nenhuma que queria? E você? Conhece alguma mulher que quando ganha um arranjo de flores logo pensa, " não poderia ter me dado outra coisa? Flores murcham". 

Se você acha que não reclama de nada e que sempre está de bem com a vida, meus parabéns! Não é fácil manter a calma e o bom humor em momentos que poderia reclamar.

Pode até ser que você não reclame para os outros, porém é difícil ao menos não reclamar para si própria.

Tem situações no cotidiano que podem nos fazer reclamar facilmente. Imagine que você esteja na fila do supermercado lotado, atrás de um homem que tem poucos produtos e quando está chegando a sua vez, vem a mulher do cara da frente com um carrinho cheio de coisas. Você vai reclamar ou vai ficar tranquila? E quando o cachorrinho da sua vizinha vai ao seu portão e faz as suas necessidades lá? Você recolhe tudo e acha natural? Se você tiver que falar a respeito de uma outra pessoa, será que as suas pontuações sobre esta serão mais positivas ou negativas? Agora, pense que você programou o seu dia e de repente alguma coisa saiu errado, você reclama ou não? Será que se a sua vizinha do andar de cima começar a andar com o sapato de salto as 05:00 horas da manhã e você acordar, você não se importará e voltará a dormir como se nada tivesse ocorrido? Duvido que você não irá reclamar se estiver contando sobre um assunto importante para o seu parceiro e ele pegar o celular e começar a se comunicar com outra pessoa, esquecendo totalmente do que você estava falando.  

Tudo bem que as situações citadas acima podem nos levar a reclamar mesmo, mas algumas pessoas reclamam do tempo, do tomate que foi cortado grosso demais, do vento que passa por debaixo da porta, da franja do tapete virado para baixo, do sabonete que não faz muita espuma, da manga da blusa que não para dobrada, do carro da frente que não anda, da pessoa que está entregando panfleto no farol, do pão que está muito queimado ou crú,do trânsito caótico da cidade e por ai vai.

Tem gente que adora encher o livro de reclamações do serviço, do condomínio e das lojas.

 Reclamar faz parte do ser humano e as vezes, chega até ser necessário. O problema é quando isso passa a ser corriqueiro.

Devemos nos lembrar que as pessoas que estão ao nosso redor nem sempre estão dispostas a ficarem ouvindo reclamações o dia inteiro, até porque, quem vive reclamando de tudo é  porque está infeliz com alguma coisa e ninguém gosta de estar perto de pessoas infelizes.

Se você gosta de reclamar de tudo, tome cuidado para não deixar com que este hábito interfira em sua vida social, afinal de contas, é importante saber respeitar a opinião alheia, independente de você concordar ou não com esta.

Compartilhe:
Categoria: 
Marcinha Borba
Paulista, cirurgiã-dentista e pós-graduada em Periodontia. Apaixonada por sua família e amigos. Descobriu o prazer em escrever e compartilhar temas relacionados ao mundo feminino.