Expresso Mulher

Tudo sobre o mundo feminino você encontra aqui!

O seu conforto tem algum valor?

Foto de marcinha

Conforto? Não sou uma mulher que pensa em conforto. Será mesmo?

Com certeza você é uma pessoa que pensa sim, em conforto.

Pode ser que não seja um conforto que exija muita coisa, mas a palavra conforto, sempre está presente em nossas vidas.

Se você ainda pensa que o conforto não faz parte da sua vida, responda as próximas perguntas e tire as suas próprias conclusões.

Depois de um dia inteiro de trabalho, quem não gostaria de chegar em casa e ter um sofá confortável para poder sentar e até deitar por alguns minutos? Poder arrancar o sapato ou sandália e ficar a vontade?

Para quem é mãe, duvido que não queira ficar alguns segundos sem ter que escutar: Mãe!!!!!!? E por isso que muitas vezes, acaba ficando algum tempo a mais no chuveiro.

Quem trabalha em escritório não prefere uma poltrona confortável do que aquela cadeira dura?

Se você é uma mulher que trabalha com sapato de salto alto, me diga se pode ser qualquer sapato ou tem que ser aquele que traga um conforto aos seus pés para aguentar o tranco do dia a dia?

Poder comprar produtos por meio da internet é melhor do que enfrentar shoppings, lojas e até mesmo mercados, principalmente no final de ano ou será que você pensa o contrário?

Conseguir sair mais cedo do trabalho para ir viajar ou enfrentar o trânsito caótico? 

Ficar no sol escaldante ou debaixo de uma árvore?

Levar o seu filho de carro ou ônibus ou debaixo de uma enorme chuva?

Você é uma mulher que prefere uma cama confortável ou qualquer colchão serve?

Se você tiver que escolher em ter que ir á manicure em um dia de chuva ou poder ligar e pedir para que esta vá até a sua casa, qual seria a sua escolha?

A mulher que tem condições de pagar alguém para ajudar nos deveres de casa e com as crianças, deve pagar por esta ajuda ou enfrentar tudo sozinha?

Ir a um restaurante com fila gigantesca e ficar esperando em pé ou poder sentar-se?

Passar calor no carro ou ligar o ar condicionado?

Desejar que o próximo ônibus passe rápido ou ficar esperando mais de 45 minutos?

É claro que tudo isso são alguns exemplos de conforto, mas o conforto não se resume a só isso.

Poder ouvir palavras que nos ajudam em uma hora de aflição, é uma maneira de nos confortar também.

A gente sempre tenta trazer o conforto o mais próximo da gente no dia a dia. Temos uma vida corrida, um trabalho muitas vezes desgastante e tentamos ser milhares em uma única mulher.

Procurar pelo o conforto e consegui-lo não é nenhum pecado, porém devemos tomar muito cuidado com o que fazemos para chegar até este. Se não tomarmos cuidado podemos deixar que o conforto nos traga a ganância também.

Se eu tenho um carro pequeno posso querer um grande para viajar nos finais de semana. Se tenho um barco pequeno posso querer uma lancha para 30 pessoas. Moro em uma apartamento bem conceituado mas estou mudando para um outro menor, mas que está em uma região mais nobre. Comprei uma bolsa de valor absurdo e que não consigo usar no dia a dia porque não cabe quase nada. Passar as férias no litoral de São Paulo? Nem pensar! Vou passar os 30 dias em Cancún. Fazer uma festa para 50 pessoas não está em meus planos, a festa será para 150 pessoas. Convidar amigos para comer um lanche não causa boa impressão, então vou convida-los para jantar naquele restaurante com 5 estrelas. Tenho que pagar o financiamento do meu apartamento, mas estou comprando uma casa na praia.

Quem nunca ouviu nenhuma das situações citadas acima ou já não passou por estas?

Antes que me critiquem, não estou dizendo que não devemos almejar melhorias.

Gente!!! Se podemos fazer, porque não fazermos?  O que estou dizendo é que existem pessoas que não precisam de nada a mais para serem felizes, mas devido a ganância, muitas vezes trazida pela busca do conforto, faz com que estas "metam os pés pelas mãos".

Um exemplo bem claro, é que tem gente que deixa de pagar as suas contas para poder comprar o que não tem necessidade. Quantas pessoas não tiram dos seus próprios filhos para ter algumas horas de conforto? Por causa desta comodidade toda é que muitas pessoas estão endividadas, com nomes "sujos", mal faladas e por ai vai.

A comodidade está ai para qualquer pessoa que quiser, porém só faça o que realmente for necessário para conseguí-lo, afinal de contas, todo mundo merece pelo menos um pouco de conforto!

Compartilhe:
Categoria: 
Marcinha Borba
Paulista, cirurgiã-dentista e pós-graduada em Periodontia. Apaixonada por sua família e amigos. Descobriu o prazer em escrever e compartilhar temas relacionados ao mundo feminino.