Expresso Mulher

Tudo sobre o mundo feminino você encontra aqui!

Estrias x estrias

Foto de marcinha
  • Estrias

A maior parte das mulheres reclamam e sofrem horrores com estas linhas que aparecem no seu corpo, principalmente se for época de verão onde as roupas expõem ainda mais a silhueta e por ser tão indesejada, a estria é considerada o segundo vilão entre as mulheres, estando atrás da celulite.

Agora, não pense que as estrias surgem de um dia para o outro e sem motivos. Elas são cicatrizes que se formam após a destruição das fibras elásticas e das fibras do colágeno, que são as proteínas responsáveis pela elasticidade da pele. Esta destruição das fibras ocorre geralmente pela distensão excessiva ou abrupta da pele. O aumento excessivo dos músculos por exercício físico exagerado; a colocação de expansores sob a pele ou prótese; a obesidaded e o uso prolongado de corticosteróides, são algumas das causas.

É um problema que incomoda tanto as mulheres quanto os homens, pois estas linhas que são totalmente desnecessárias á nossa vida, aparecem principalmente em locais indesejados. Nas mulheres a estria aparece normalmente nas mamas, quadril, culote, coxa e nádega e nos homens, é mais comum no ombro, braço e costas, mas seja nas mulheres ou nos homens, o lado estético acaba ficando comprometido.

Já poderia ser o bastante ter estria, mas o negócio é ainda pior e sabe porque?  Porque existem estrias e estrias. Isso mesmo! Estas linhas podem se apresentar em duas cores: vermelha e branca. No início, são avermelhadas pois ainda possuem um fluxo maior de sangue e que na verdade, é onde o organismo tenta restabelecer o colágeno. Com o tempo, tornam-se esbranquiçadas o que significa que já são mais antigas.

Na fase avermelhada se você conseguir tratar rapidamente, podem desaparecer, mas as esbranquiçadas por não possuírem a mesma vascularização, são mais profundas e não possuem o mesmo poder de regeneração, não permitindo assim o seu total desaparecimento.

Se você quer tentar evitar o aparecimento destas linhas tão indesejáveis, é indicado:

  1. a hidratação intensa da pele; 
  2. beber em média dois litros de água por dia;
  3. manter o peso;
  4. fazer exercícios físicos;
  5. ingerir vitamina C que participa na produção de colágeno;
  6. ingerir alimentos com zinco que possui uma ação cicatrizante para a pele;
  7. ingerir vitamina B5 que promove a renovação celular;
  8. ingerir vitamina E que tem a função de formar colágeno e manter a estrutura da elastina da pele;
  9. ingerir alimentos com silício que ajuda a regenerar as fibras do colágeno e elastina e fazer massagens localizadas.

​A estria pode ser diagnosticada em adolescentes também e muitos destes, por acharem que ainda são novos para isso, acabam ficando com vergonha e tornando um problema pequeno em uma coisa gigantesca. Só não vá pensando que são só os adolescentes que não aceitam as estrias. Muitas pessoas com uma idade acima dos 20 anos se desesperam ao detectarem este probleminha em seu corpo e saem correndo atrás de tratamentos, muitas vezes, errados.

O importante é não se desesperar. Tudo bem que ter estria é o fim para qualquer mulher, mas nem por isso devemos nos estressar, afinal de contas teríamos daí dois problemas para resolver.

Se você tiver estrias, procure um dermatologista que poderá avaliar e indicar o melhor tratamento.

Compartilhe:
Categoria: 
Marcinha Borba
Paulista, cirurgiã-dentista e pós-graduada em Periodontia. Apaixonada por sua família e amigos. Descobriu o prazer em escrever e compartilhar temas relacionados ao mundo feminino.