Expresso Mulher

Tudo sobre o mundo feminino você encontra aqui!

Esmalte em spray para revolucionar o mercado

Foto de marcinha

A empresa britânica Nails Inc. está lançando hoje, o esmalte Paint Can que irá revolucionar o mercado.

Este esmalte é para aquela mulher que sabe o sacrifício que é ficar limpando os cantinhos da unha após passar o esmalte comum ou mesmo, para aquela que não gosta ou não tem tempo para ficar na manicure.

Sem contar que não haverá a necessidade de utilizar a acetona ou qualquer outro removedor de esmalte, aqueles que algumas mulheres tem alergia.

O esmalte Paint Can começará a ser vendido a princípio somente pelo site da marca e tendo disponível só em duas cores: cor de rosa e prata.

Segundo o próprio site é muito fácil aplicar o produto. Basta passar primeiro uma base para que a cor fixe melhor e esperar que esta seque. Depois é só chacoalhar a lata e disparar o spray nas unhas com uma distância aproximada de 10 a 15 cm das unhas por aproximadamente 20 segundos. A camada do esmalte deverá ficar lisa e uniforme.

Como trata-se de um spray, é importante você proteger a superfície onde pintará as suas unhas evitando que o local fique manchado.

Se não faremos o uso da acetona e nem de nenhum outro removedor, você poderá se perguntar: Como farei para remover o spray que tingiu os dedos? É simples! Você poderá usar água morna e sabão ou se preferir, os famosos lencinhos umedecidos. O produto adere somente ás unhas e não á pele.

De acordo com o fabricante se você fizer o uso correto do produto, este terá uma durabilidade de quatro dias em suas unhas.

Apesar do esmalte só ter em duas cores o recomendado por quem o criou é que você também faça o uso do produto sobre outros esmaltes criando desta maneira, novas cores.

O valor da embalagem do esmalte com 50 ml é de 10 libras.

Calma! Antes de sair correndo e entrar no site do fabricante para já comprar o seu, é bom que saiba que o lançamento do esmalte em spray hoje, será somente na Inglaterra e nos EUA. Para nós, simples mortais brasileiras, só temos duas opções:

  1. pedirmos para aquela "amiga" que vive viajando para os EUA ou Inglaterra trazer para nós ou
  2. esperarmos o produto chegar em nossa terra tropical, "morrendo de raiva" da vizinha que já conseguiu comprar o produto.
Compartilhe:
Categoria: 
Marcinha Borba
Paulista, cirurgiã-dentista e pós-graduada em Periodontia. Apaixonada por sua família e amigos. Descobriu o prazer em escrever e compartilhar temas relacionados ao mundo feminino.