Expresso Mulher

Tudo sobre o mundo feminino você encontra aqui!

Câncer de colo de útero: uma neoplasia maligna

Foto de marcinha

O câncer de colo de útero é considerado a segunda neoplasia maligna mais frequente entre as mulheres.

Não vá pensando que o câncer de colo de útero é uma doença de desenvolvimento rápido. Muito pelo o contrário, esta doença pode demorar de 10 a 20 anos para desenvolver-se.

Dentre as causas, temos:

HPV (Papiloma Vírus Humano)

É a principal causa e é transmitido sexualmente por contato direto com a pele ou mucosa infectada e pode ser transmitido durante o parto. (mãe/feto)

Tabagismo

Mulheres fumantes tem duas vezes mais chances de desenvolver a doença do que as que não fumam. O tabaco e as outras substâncias contidas no cigarro, são absorvidas pelo pulmão e disseminadas na corrente sanguínea, diminuindo a imunidade local.

HIV

Esta doença diminui a defesa do organismo, reduzindo desta maneira, a capacidade do mesmo de combater o vírus.

Má higienização íntima.
Sexo com múltiplos parceiros.
Início precoce da vida sexual.

Os sintomas como sangramento, corrimento e dor durante as relações sexuais, só aparecem quando o estágio do câncer já é considerado adiantado.

Após uma avaliação completa da mulher, é que o médico poderá dizer em que estágio o câncer encontra-se. Sim... existem quatro estágios para este câncer.

  • Estágio 1  = as células cancerígenas crescem para os tecidos mais profundos do órgão.
  • Estagio 2 = o tumor cresceu além do colo uterino mas não chegou nas paredes da pelve ou a parte inferior da vagina.
  • Estágio 3 = o tumor atinge as paredes da pelve e/ ou a parte inferior da vagina.
  • Estágio 4 = o tumor disseminou para a bexiga ou reto ou está se desenvolvendo para fora da pelve.

O tratamento para tal doença dependerá do estágio em que a mesma encontra-se. Porém são basicamente três tipos de tratamento: cirurgia, quimioterapia e radioterapia. Podendo muitas vezes, fazer uso de mais do que um tratamento citado anteriormente.

Assim como em qualquer outro tipo de doença, a prevenção é sempre o melhor negócio a fazer. Desta maneira, não deixe de fazer os seus exames de rotina. Deixe a preguiça de lado e cuide-se!

Compartilhe:
Categoria: 
Marcinha Borba
Paulista, cirurgiã-dentista e pós-graduada em Periodontia. Apaixonada por sua família e amigos. Descobriu o prazer em escrever e compartilhar temas relacionados ao mundo feminino.